domingo, 16 de setembro de 2007

FUNÇÕES DO "QUE" E DO "SE"

FUNÇÕES DO "QUE" E DO "SE"

1. Funções do "que"

Funções morfológicas

A palavra que pode pertencer às seguintes classes gramaticais:

a) Substantivo
Há nisso um quê de mistério.

b) Pronome
- adjetivo interrogativo:
Que livros você leu? (= quais)
A que filme você assistiu ontem? (= qual)

- substantivo interrogativo:
O que viste na Bahia? (= que coisa)
De que elas estavam falando? (= que coisa)

- adjetivo indefinido:
Veja que horas são. (= quantas)

- substantivo indefinido:
Não compreendo por que não estudas. (= que motivo)

- relativo:
Os amigos que me restam são de data recente.

c) Preposição (equivalente à preposição de)
Você tem que comparecer à reunião.
Doença é pior que todas as coisas.

d) Advérbio de intensidade (refere-se a um adjetivo)
Que
triste é a solidão! (=quão)
Que difícil foi o exame! (=quão)

e) Interjeição
Quê! Eles saíram!
Quê! Todos morreram!

f) Partícula expletiva (ou de realce)
Quase que ele morreu.
O último que chegar que feche a porta.

g) Conjunção subordinativa

- Integrante:
É justo que ele seja recompensado.
"Desconfiei de que você armava um plano qualquer."

- Final:
Faço votos que seja feliz.
Gritamos que ele parasse.

- Causal:
"Trevas, caí, que o dia é morto."
"Antes que cases, olha o que fazes, que não é nó que desates."

- Comparativa:
Os homens são mais ponderados que as mulheres.

- Temporal:
"Porém já cinco sóis eram passados que dali nos partíramos."

-Consecutiva:
Estudou tanto, que conseguiu a aprovação.
Tão penetrante foi seu olhar, que todos se calaram.

- Concessiva:
Velho que é, pratica esporte.
Muito que ele come, nunca engorda.
Que tenha estudado, não conseguiu aprovação.

h) Conjunção coordenativa

- Aditiva:
"Dize-me com quem andas, que te direi quem és."
"Maravilha feita de Deus que não de humilde braço."

- Explicativa:
Não corras, que podes morrer.
Não saiam, que vai chover.

- Adversativa:
Façam eles, que não eu.
"O medo guarda a vinha que não o vinheteiro."

- Alternativa:
Uma vez que outra, ele estuda.
Que permitam, que não permitam, irei vê-la.


Funções sintáticas
O pronome que pode desempenhar as seguintes funções sintáticas:

a) Sujeito
Há paixões que dominam os impérios.
"Quero ver do alto o horizonte,
Que foge sempre de mim."

b) Objeto direto
Sofro as penas que eu próprio busquei..
Os livros que compramos são interessantes.

c) Objeto indireto
A pessoa a que me referi, chegou.

d) Predicativo
"Não conheço que fui no que hoje sou."

e) Adjunto adnominal
A que filme você assistiu ontem?
Que horas são?

f) Complemento nominal
O projeto a que sou favorável é este e não aquele.

g) Adjunto adverbial
Esta é a escola em que estudo.

h) Agente da passiva
Encontrou-se a arma por que ela foi ferida.

2. Funções do "se"

Funções morfológicas

a) Conjunção subordinativa

- Integrante:
Não sei se vocês já leram Guimarães Rosa.

- Condicional:
Se você pretende ser universitário, estude.

- Concessiva:
"Se não teceu o Próprio enxoval, ganhou-o, fio a fio, no tear."

- Causal:
"Se a morte sabes dar com fogo e ferro,
sabe também dar vida com clemência."

b) Conjunção coordenativa alternativa
Se há lágrimas, se há risos, o amor brilha nos seus lábios.


c) Pronome (ou partícula) apassivador
Alugam-se apartamentos.
Nota-se que eles estão animados.

d) Partícula (ou índice) de indeterminação do sujeito
Vive-se bem.
Precisa-se de operários especializados.
Admira-se a estes poetas.

e) Parte integrante de verbo
Queixa-se sempre de sua falta de sorte.
Ele se arrependeu do tempo perdido.

f) Partícula expletiva ou de realce (junto a verbos intransitivos)
Ele riu-se e foi-se embora.
Passam-se as horas.


g) Pronome
- Reflexivo:
O presidente matou-se.
Ele feriu-se gravemente.

- Recíproco:
Os noivos abraçaram-se.
Mãe e filho deram-se as mãos.

Funções sintáticas

Como pronome, o se pode exercer as seguintes funções sintáticas:

a) Objeto direto
"Martinho se trancou por dentro, calado, esperando."

b) Objeto indireto
"O chefe reservou-se um objetivo ambicioso: a chaminé."

c) Sujeito (de uma oração infinitiva)
"Sofia deixou-se estar à janela."

Exercícios

1. Classifique morfologicamente a palavra que.
a) Era tão exagerada que despertava a atenção dos que passavam.
b) Suponhamos que isso é a verdade.
c) Antes magro no mato que gordo no papo de gato.
d) A lição tem um quê de difícil.
e) Não chores, meu filho, que vida é luta renhida.


2. Classifique morfologicamente a palavra se.
a) Castigaram-se os culpados.
b) Vive-se feliz.
c) Nada direi, se não me derem as garantias.
d) Os meninos esbofetearam-se.
e) Chega-se o prazo e passam-se os dias.
f) Perguntei se ele havia estudado.
g) Vende-se um carro antigo.


3. Classifique a palavra que em cada texto:
a) "Nos perigos grandes o temor é maior, muitas vezes, que o perigo."
b) "Um quê misterioso aqui me fala, aqui no coração."
c) "Não tenhas nada nas mãos nem uma memória na alma que, quando te puderes nas mãos o último óbulo, ao abrir-te as mãos nada te cairá."
d) "Grácil, curvada sobre os feixes de junco verde, a que se apóia, Salomé deita de comer aos peixes, que nas piscinas são relâmpagos de jóia."
e) "Sonho que sou um cavaleiro andante."
f) "Bate que bate e rebola as cadeiras."


4. Classifique a palavra se em cada texto:
a) "Para o economista, trata-se primeiro de um fenômeno quantitativo."

b) "Realizam-se as festividades de formatura. Os alunos abraçavam-se efusivamente. A confusão foi grande, a ponto de se exigir a presença do diretor. Ele se fez presente e tudo terminou bem."



5. Classifique as orações destacadas.

a) "Veja se o encontra depressa."
b) "Venha aqui se puder."
c) "Se chega na hora, não é repreendido"







2 comentários:

funções do que disse...

oi eu sou aluno do ensino médio, e agora no fim do ano vários ficam em recuperação( eu sou um deles)mas vou direto ao que quero saber!
minha professora passou da seguinte forma, que o pronome substantivo indefinido é que equivale a "que coisa" e no sou blog esta no interrogativo.
se pode utilizar para os dois quando for identifica-los?

neide disse...

como posso corrigir a resposta do exercio e corrigi-lo?